SJB: rivalidades políticas já no nascimento da cidade

A rivalidade política em São João Batista, tem a mesma idade da emancipação. Fazem 61 anos que dois lados brigam por ideias e partidos. Da primeira eleição, disputada em 1959 entre PSD e UDN até agora com os colas-brancas e pretas; mudam-se os atores, mas as bardas se mantém. É um bate-boca enraizado na história.

Com início do regime militar e extinção dos partidos políticos brasileiros, UDB e PSD deram espaço para Arena e formação de um único bloco de oposição com o MDB. Arena se dividiu em duas frentes, para poder abrigar inimigos políticos. O que não deu muito certo, e no fim uma parte migrou para o MDB .

Uso da expressão colas-pretas e brancas é histórico em São João Batista e remonta aos anos 70. Na cidade a divisão entre forças políticas também eram evidentes com dois grupos distintos naquele tempo. Diferente do que é hoje, a Arena dominava o cenário, mas era separada em duas facções e que podem ter dado origem aos ‘colas brancas e pretas de hoje’. A definição é utilizada para definir filiados ao PP (colas-brancas) e MDB (colas-pretas).

Em 1958, conta-se, membros da UDN e PSD não frequentavam nem os mesmos espaços uns dos outros, de tão grande era a rixa. E os grupos usavam todos os artifícios possíveis para impedir o opositor chegasse ou permanece no poder. Foi o que ocorreu com ex-prefeito Wilde Carlos Gomes que havia assumido o comando do município ele foi cassado em 1971.

Após ser retirado do cargo, Wilde foi substituído pelo interventor militar Capitão José Antônio Bento, que comandou a cidade até 1973. Opositores de Wilde Carlos Gomes teriam se aproveitado da ebulição provocada pela ditadura para articular sua queda. Um grupo de políticos batistenses teriam ido a Capital do Estado e pressionado para a substituição de Gomes. Um mês antes o vice-prefeito de São João Batista, Cesar Bejamim Duarte foi assassinado em Tijucas.

As lentes do fotografo Guilherme Tomazzi, que registrou a instalação do município em 1958, não foram suficientes para preservar as histórias que se desenrolaram no decorrer da emancipação e as disputas políticas. Traços de uma cidade, que de berço preserva uma forte rivalidade, e moldou os conceitos partidários que São João Batista preserva até hoje.

Da fundação de São João Batista até aqui, o roteiro segue sem grandes alterações. Grupos se sucedem no poder, mas as rivalidades permanecem inalteradas. São 61 anos de rixas.