“Maldito o homem que confia no homem”

Vai deixar sequelas o movimento vai-e-vem das candidaturas para Governo do Estado. Ao menos em São João Batista. Se num dia partidos festejaram o desarranjo entre PSD e PP e MDB e PSDB, no outro esbravejaram contra a confirmação da bíblica teoria de que “maldito o homem que confia no homem”. Se as chapas ficaram dos sonhos para Mauro Mariani e Gelson Merísio, para a política local é sobressalto. Nada que tenha força de alterar a conjuntura no município.

MDB segue como aliado de primeira hora do PSD, os Progressistas seguem na oposição, enquanto não há possibilidade de Juliano Peixer, filiado no Patriotas mas atuando como tucano, trabalhar para os emedebistas. Única figura que destoa é Betinho Souza, vereador do PPS. Ironizado na sessão desta segunda na Câmara, foi chamado de “companheiro”, pelo emedebistas. “Ao menos até 7 de outubro”, como fizeram questão de frisar Leoncio Cipryani e Éder Vargas.

Betinho, no entanto, não se faz de rogado. Nas redes sociais circula fotos do vereador com Mauro Mariani, o candidato do PMDB. Se para alguns a decisão mostra incoerência, ele próprio afirma que se trata de mostras de que não está atrelado a ‘partidos’.

No outro lado tem quem promete neutralidade. Saiu escaldado da convenção do PP que lançou Amin (que depois recuou e foi apoiar Merísio), e Paulo Bauer (que não abriria mão da candidatura, mas afrouxou para o MDB). Esbravejam que foram enganados pelas lideranças. Dos homens, basta esperar 7 de outubro, e ver como fica a próxima imagem. É esperar para ver…