Discussão política e os porquinhos em risco

É uma preocupação relevante, e deixa muita gente de cabelo em pé. Discussão sobre construção de parquinhos em Canelinha, esquentou o clima na sessão desta terça-feira (16) e levou a um momento de gargalhadas no plenário. O presidente Arlindo Simas (PR) fez uma alerta. Se os vereadores continuarem brigando ‘daqui a pouco não se poderá nem mais matar um porco na cidade’, já que seria impossível reunir as pessoas para festajar.

Faz todo sentido. Já tem gente que não divide mais a mesma mesa do bar em razão das disputas políticas na cidade, e o tom na Câmara é bastante hostil. Em tempo: a discussão se focou em emenda do vereador Antonio Carlos Flores, o Toninho da Casan, colocada no orçamento para construção de dois parquinhos. Um deles seria no Cobre e outro na Índia.

Prefeito Moacir Montibeler havia vetado a emenda de R$ 20 mil, Câmara derrubou o veto e agora o Executivo enviou novo texto suprimindo a obrigação da construção dos parques. Para encerrar o debate o presidente Arlindo prometeu repassar economia para implantação dos parques.