Água mole, pedra dura… Requerimento é aprovado na Câmara

Em meio à confusão que levou novamente a interrupção da sessão da Câmara de Vereadores de São João Batista, um requerimento de autoria do vereador Betinho Souza (PPS) foi aprovado na noite de segunda-feira (14). Para aprovação, teve voto de vereador da bancada de situação, que habitualmente votam, em grupo, contra os pedidos de informação. Das últimas quatro reuniões dos vereadores, três tiveram suspensão.

O pedido de informações protocolado por Betinho busca um levantamento completo dos terrenos e prédios públicos que estão ocupados por particulares de forma regular ou irregular, com a identificação de cada ocupante (pessoa física ou jurídica), tempo de ocupação e fornecimento de cópia de cada termo de cessão de uso ou outro documento destes imóveis para melhor fiscalização do patrimônio público.

Comum às rejeições dos requerimentos no Legislativo, era esperado a reprovação deste. Mas, Edson da Silva Ramos, que é da bancada de sustentação do governo votou favorável. Na hora da contagem dos votos, Leoncio Cipriani (PMDB) ficou nervoso e exigiu que sua posição contrária ao pedido de informação fosse constada em ata. Após diversos pedidos negados pela maioria governista, a sessão de segunda mostra que água mole, pedra dura, tanto bate até que fura.